Fatores que causam baixos níveis de vácuo

Fatores que causam baixos níveis de vácuo

Baseado nos textos de DOUGLAS F. SWEET, P.E.

O baixo nível de vácuo é um dos sintomas/problemas mais comuns observados em um sistema de vácuo. A palavra ´sintoma´ é enfatizada aqui porque o problema raramente é causado apenas pela bomba de vácuo. Normalmente, a mesma é substituída para confirmar se ela realmente é a causa do problema.

Primeiramente, sabemos que a manutenção do nível de vácuo é obtida pela resistência ao fluxo de ar, sendo que o fluxo de ar é produzido pelas bombas de vácuo e a resistência é composta por vários processos de deságue e sistemas de tubulação. Mudanças na resistência do fluxo de ar são causadas por diversos processos variáveis, incluindo a geometria da tubulação e a velocidade das máquinas. A seguir, discutiremos alguns dos típicos fatores que causam baixo nível de vácuo, incluindo:

  • abertura de válvula na linha de vácuo ou no ´header´
  • telas obstruídas na sucção da bomba;
  • perna barométrica não suficiente para os pré-separadores;
  • baixo fluxo de água de selagem na bomba de vácuo

Abertura de válvula na linha de vácuo ou ´Header´

É comum que as empresas precisem adaptar ou modificar alguns de seus processos, seja por manutenção, reparo ou qualquer outra necessidade.

Nessas ocasiões, algumas das tubulações das bombas podem ser trocadas e ou substituídas e, suas válvulas podem ser fechadas ou abertas de acordo com a nova necessidade. Entretanto, após um determinado período, essas válvulas/ conexões podem ser esquecidas e, caso alguma tenha sido deixada aberta, o sistema não funcionará adequadamente e, dependendo de sua complexidade fica quase impossível analisá-lo e identificar suas eventuais falhas. Sempre observe todas as conexões do sistema para ter certeza, por exemplo, de que a bomba está conectada ao processo apropriado. Também tenha certeza de que as válvulas que levam para outras bombas ou equipamentos estejam fechadas.