Escolha um país ou região diferente para ver o conteúdo específico da sua localização

{{recommendedRegLangFull}}

Indústria química

A Gardner Denver Nash fornece sistemas de vácuo seguros e confiáveis para a indústria química global há mais de 45 anos. Nossas bombas a vácuo, compressores, ejetores a ar atmosférico e sistemas projetados maximizam rendimento e eficiência e minimizam manutenção e poluição do meio ambiente. Nossas soluções são projetadas para funcionarem de maneira mais inteligente. Desde bombas hermeticamente seladas, que eliminam vazamentos, a sistemas de vácuo híbridos projetados, que otimizam a eficiência, nós oferecemos soluções mais inteligentes personalizadas para suas exigências específicas.

Tecnologia de Anel Líquido para a Indústria Química

Os compressores e bombas de anel líquido da NASH & GARO usam um fluido compressivo em vez de pistões, palhetas ou lóbulos rotativos. O anel líquido elimina o contato de metal com metal e gera um desempenho de funcionamento resfriado e de baixa manutenção. Embora a água seja um excelente líquido de selagem e seja usada com frequência devido a sua disponibilidade e conveniência, sabemos que nem sempre é compatível com as aplicações de processos químicos.

Em muitas aplicações químicas, pequenas quantidades de água não podem ser toleradas no produto, e em algumas aplicações, os líquidos alternativos de selagem podem gerar vantagens no processo. Os compressores e bombas de vácuo da NASH podem operar com vários líquidos, incluindo ácido sulfúrico, benzeno, etilenoglicol, gasolina e muito mais. Nossa experiente equipe de engenheiros de aplicação pode recomendar um líquido de selagem compatível com os gases de seu processo.

Aplicações

Compressão de cloro

Nesta aplicação, o gá de cloro é recuperado e comprimido. O gás de cloro é tóxico, letal e extremamente corrosivo, portanto é necessária atenção especial ao material do compressor, ao líquido de selagem e à configuração do sistema. As aplicações de gás de cloro de baixa pressão que usam alta concentração de ácido sulfúrico podem ser manipuladas por um compressor nodular de ferro fundido padrão. Com temperaturas operacionais mais baixas e ácido sulfúrico como líquido de selagem, há pouco ou nenhum risco de ocorrer ferrugem, tornando o ferro fundido uma opção mais econômica do que a Hastelloy. Em contrapartida, aplicações de alta pressão exigem uma carcaça de compressor feita de aço inoxidável austenítico (316L ou HC276 para determinadas aplicações) com acessórios em aço para atender às devidas tolerâncias de corrosão. Nossos especialistas e engenheiros de aplicação têm experiência em projetos de compressores e sistemas de cloro e podem configurar uma solução para atender às suas necessidades de processo. 


Compressão de hidrogênio

Esta aplicação envolve a recuperação do gás de hidrogênio. O baixo peso molecular do hidrogênio e sua natureza explosiva criam desafios para a seleção de equipamentos. Nossos compressores são ideais para essa aplicação devido à sua tecnologia de anel líquido, o que minimiza os riscos de explosões.

Reator químico

Um reator é um recipiente usado no processo de sintetização de um novo produto químico a partir de dois ou mais componentes. O vácuo é usado principalmente para diminuir a temperatura da reação e economizar energia. O controle de processo, a recuperação de solvente/vapor e de evaporação também são valiosos. Os reatores químicos são usados na fabricação de produtos farmacêuticos a granel, remoção de glicol do poliéster, produção de amônia e formação compostos orgânicos e inorgânicos.

Oferecemos uma variedade de tecnologias de vácuo para reator químico, incluindo bombas de vácuo de anel líquido, bombas de vácuo secas, ejetores a vapor e sistemas de vácuo híbridos que combinam essas tecnologias para melhorar a eficiência e o desempenho.

Recuperação de solventes

Componentes valiosos eliminados da mistura a partir do processo podem ser recuperados através de sistema de vácuo de recuperação de solvente. A recuperação do produto em um sistema de bombas completo pode ter um período de retorno financeiro extremamente curto.

Destilação a vácuo

A destilação a vácuo é a separação de dois ou mais componentes voláteis com diferentes pontos de ebulição. Nos processos químicos, o vácuo é aplicado para evitar a polimerização, as reações indesejáveis e a degradação térmica. O vácuo também melhora a separação, diminuindo os custos operacionais e de energia ao mesmo tempo em que aumenta a recuperação do produto.

Nossas bombas de vácuo de anel líquido, ejetores e sistemas de vácuo híbridos otimizados oferecem soluções seguras, confiáveis e eficientes para a destilação a vácuo em processos químicos. Com décadas de experiência no setor, nossa equipe pode configurar um sistema de vácuo otimizado projetado para atender aos requisitos de desempenho e eficiência de sua operação.

Filtração a vácuo

Nesta aplicação, a umidade do recipiente do filtrado de um filtro a vácuo é coletada e realimentada para o sistema. Se ocorrer uma anomalia no sistema, tal como a falha da bomba do filtrado, os resíduos de líquido podem ser arrastados para o sistema de vácuo. Pequenos sólidos do filtro também podem entrar no sistema de vácuo. Nesses casos, nem os líquidos nem os sólidos moles vão danificar a bomba de vácuo de anel líquido, o que aumenta a confiabilidade do sistema de filtração a vácuo. É possível usar inúmeros líquidos de selagem compatíveis com os vapores de processo para minimizar a contaminação dos gases extraídos durante o processo de filtração.

Recuperação de vapor e compressão de gás

Esta aplicação difere da recuperação de gás de respiro porque os vapores recuperados têm composição relativamente fixa e não variável. Uma aplicação típica consiste na captura de gases liberados em tanques de armazenamento. O nível de vácuo é rigorosamente controlado para proteger os tanques. Geralmente, a pressão de descarga é relativamente baixo. Muitas vezes, esses gases são devolvidos ao processo ou liquefeitos e reenviados aos tanques de armazenamento.

Recuperação de cloreto de vinil

No sistema de recuperação de monômero, o cloreto de vinil inativo é transferido para um tanque de retenção. O sistema de vácuo retira o gás do PVC e o passa para o compressor com pressão no mesmo nível ou próxima do nível da pressão atmosférica. Um sistema compressor de simples estágio comprime o gás para condensação e armazenamento como um líquido pressurizado.

pt-BR