Dicas sobre Gaxetas, Parte 2

Por Steve Teer, Técnico da Assistência Técnica Nash

Você sabia que as gaxetas da sua bomba de vácuo de anel líquido, operando sob condições normais, devem ser trocadas anualmente?

Vazamentos excessivos nas gaxetas ou altas temperaturas geralmente indicam desgaste ou outros problemas. Embora existam muitas situações que causem problemas ou falhas nas gaxetas da bomba, elas podem ser evitadas através de manutenção e inspeção regulares. Nossos Ténicos de Campo especializados em produtos Nash, avaliam de forma detalhada  e indicam a manutenção mais adequada para as bombas de vácuo de anel líquido NASH, ajudando a evitar problemas e possíveis falhas.

Ao trocar as gaxetas, assegure-se que as mesmas sejam instaladas corretamente e durante a instalação, verifique atentamente a direção dos cortes da mesma. O objetivo das gaxetas é permitir o gotejamento para resfriar o eixo e não de impedir que a água passe pelos anéis.  O gotejamento deve ser de 45 a 60 gotas por minuto e seu ajuste é dado apertando os anéis das gaxetas através da sobreposta.

  • Corte um pedaço da gaxeta (cerca de 6 mm) antes de instalar e achatar a mesma. Caso contrário, durante a instalação ela pode ficar maior que a circunferência original e remontar sobre si mesma impedindo o correto assentamento. Se isso acontecer, o vazamento será excessivo e ao tentar apertar as gaxetas, mesmo que estas sejam de teflon grafitado, você poderá causar um desgaste prematuro do eixo.
  • Instale os primeiros anéis na caixa de gaxetas e depois utilize a sobreposta para garantir que eles estão assentados corretamente. Prossiga a instalação dos outros anéis e fixe a sobreposta.

  • Durante o primeiro start-up do equipamento ou na troca das gaxetas, a temperatura das mesmas deve estar em torno de 10 a 15 graus abaixo da temperatura dos rolamentos - que não deve exceder 70°C (durante a primeira hora de funcionamento). Caso contrário pare a bomba e deixe-a resfriar em temperatura ambiente por pelo menos uma hora, com isso, a temperatura do equipamento deve cair em torno de 10 – 15 graus e depois ela deve seguir caindo até que o equipamento chegue à temperatura normal.