Escolha um país ou região diferente para ver o conteúdo específico da sua localização

{{recommendedRegLangFull}}

Lubrificação de rolamentos

A questão do envelhecimento da graxa em comparação com o óleo ao lubrificar rolamentos.

Nos centros de serviço certificados NASH, muitas bombas chegam com falha nos rolamentos. A pergunta que sempre é feita: por que isso ocorreu e o que pode ser feito para evitar falhas futuras? A maioria das falhas de rolamento não são causadas por um defeito do fabricante do rolamento. Os motivos mais comuns dos problemas de rolamento são a falta de lubrificação ou o uso de lubrificação contaminada, não o tipo de lubrificação.

Como as falhas de rolamentos acontecem?

As razões mais comuns para problemas nos rolamentos são a falta de lubrificação ou o uso de lubrificação contaminada - não o tipo de lubrificante utilizado.

A maioria das bombas de Nash têm rolamentos lubrificados com graxa. Isso não implica que a graxa é melhor do que o óleo, só que nosso equipamento foi projetado dessa forma. Algumas de nossas bombas têm a opção de ser óleo ou graxa, mas a configuração padrão é ter lubrificação com graxa, oferecemos a lubrificação a óleo como uma alternativa.

Rolamentos lubrificados com graxa

Com os rolamentos lubrificados com graxa, é impossível dizer a quantidade ou a qualidade do lubrificante sem desmontar as tampas do rolamento. Determinar condição dos rolamentos pode se tornar um jogo de adivinhação. Por outro lado, os rolamentos lubrificados a óleo normalmente tem um visor onde você pode facilmente identificar se o nível está baixo ou se o óleo está descolorido. 

Normalmente, o que encontramos é que a maioria dos rolamentos lubrificados com graxa não estão lubrificados o suficiente ou então estão lubrificados em excesso. Às vezes, a graxa está velha e rígida, e possivelmente contaminada. Um inspeção física pode reduzir muito o potencial de falhas. 

Rolamentos Lubrificados a Óleo

Com rolamentos lubrificados a óleo, vemos muitas vezes o baixo nível de óleo como causa de falhas. Os retentores que vedam o óleo podem tornar-se frágeis com o tempo e apresentar vazamentos e, além disso, qualquer água presente no óleo irá para o fundo do reservatório. Quando isso acontece, o visor do óleo pode se mostrar dentro do nível adequado, mas o seu principal conteúdo pode ser principalmente a água.

Muitas vezes encontramos água presente em rolamentos independente do tipo de lubrificação. A água pode surgir simplesmente por condensação, porém mais comumente por infiltrações. É muito importante manter o gotejamento das gaxetas o mínimo possível, mas é ainda mais importante que a água seja drenada adequadamente. 

Existe um orifício abaixo dos mancais de rolamento responsável por fazer a drenagem da água provenientes do gotejamento das gaxetas. Muitas vezes este orifício fica obstruído com excesso de graxa ou detritos do processo e, eventualmente, a água entrará no mancal do rolamento.

Nossa recomendação

Então, qual é a verdadeira resposta aqui? Eu diria que não a escolha do tipo do lubrificante, mas sim a manutenção do mesmo. Siga as orientações do nosso Manual de Instalação e Operação para a sua bomba de Nash e dispense o tempo necessário para cuidar de qualquer lubrificação que você escolher.
pt-BR